Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

isto também é amor...

Através da minha arte, dos meus pensamentos, das minhas opiniões e sugestões, vou aqui provar que existem várias formas de amar e todas elas são válidas...

"seminários não são para homossexuais"

Não é do meu feitio discutir religião, mas por vezes, há bocas que não calam e a minha foi uma delas, quando percebi que a boca de um certo cardeal, resolveu não calar-se e mais, resolveu ainda 'cuspir' alguns disparates.

 

Antes de mais, vou deixar bem claro que a minha relação com a Igreja criada pelo Homem, é uma relação de distância. Quanto maior a distância, melhor! Até porque, eu e a hipocrisia não nós damos muito bem. É melhor cada um estar a quilómetros de distancia. E quando falo de hipocrisia, falo sim dessa Igreja (erradamente criada pelo Homem), que por vezes diz e faz coisas que não fazem qualquer sentido. Se aos olhos de Deus, todos somos iguais. Pelo menos é o que dizem: «Somos todos filhos de Deus!» Porque é que há religiões, padres, católicos que fazem questão de serem os primeiros a fazerem distinções? Não percebo! Mas da religião (no geral) há mesmo muita coisa que eu não percebo.

 

Esta semana, um cardeal-patriarca, resolveu assim, sem mais nem menos, soltar alguns disparates dizendo que os "seminários não são para homossexuais". Como assim?? Mas os seminários são para os heterossexuais? Não sabia! Será que os seminários são para as baratas, para as formigas, moscas ou qualquer outro animal irracional? Estou confuso! Eu pensei que os seminários fossem para pessoas que gostariam de abraçar a palavra de Deus e tornarem-se padres. Oh meu Deus!! Acho que estive enganado durante todo este tempo. Ou então, esse cardeal e todos aqueles que partilham da sua opinião, apenas consideram 'pessoas' todos aqueles que são heterossexuais e os que não são, não têm o direito de serem consideradas 'pessoas'. Será isso??

 

Ai! Ai! Quando penso que o mundo está a mudar para melhor, surjam notícias como essa, para concluir que afinal, o mundo ainda está cheio de ignorantes e que por causa dessa ignorância, o mundo vai afinal mudar, mas mudar muito mais lentamente. Primeiro, será preciso educar certas pessoas para tentarem perceber o óbvio. E mais não digo...